background

Blog

Declaração do Imposto de Renda pode ser entregue a partir de hoje

07 de Março de 2019 | | Geral
Declaração do Imposto de Renda pode ser entregue a partir de hoje

Prazo para contribuintes acertarem suas contas com o fisco termina em 30 de abril
Como acontece todos os anos, o período de entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) relativa ao ano-calendário anterior se estende por praticamente todo o segundo bimestre. Este ano, conforme estipulado na Instrução Normativa nº 1.871/19, publicada dia 22, o prazo vai de 7 de março a 30 de abril.
A declaração é obrigatória para quem, em 2018, recebeu mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis ou mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte. Aqueles que obtiveram ganho de capital sujeito à incidência do imposto na alienação de bens ou direitos, que realizaram operações em bolsas de valores, de mercadorias ou de futuros e que, em 31 de dezembro, tiveram a posse de bens ou propriedades, inclusive terra nua, em valor acima de R$ 300 mil também têm de apresentar a DIRPF.
A lista dos obrigados à entrega ainda inclui os contribuintes que passaram a residir no País em qualquer mês e permaneceram aqui até 31 de dezembro e os que optaram pela isenção do IR do ganho de capital na venda de imóveis residenciais, por terem comprado outro imóvel residencial nos seis meses seguintes à venda da primeira residência.
Em relação à atividade rural, a exigência se aplica a quem faturou mais de R$ 142.798,50 e a quem pretende compensar, em 2018 ou depois, prejuízos de anos anteriores ou do próprio ano de 2018.
Uma das novidades da DIRPF 2019 é a obrigatoriedade de informar o número de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF) de dependentes de qualquer idade. Sem essa informação, não é permitido nenhum abatimento em relação ao dependente, como despesas com saúde e educação, por exemplo.
O contribuinte que tiver imposto a pagar, desde que em montante superior a R$ 100,00, pode parcelar o total devido em até oito vezes, com prestações de, no mínimo, R$ 50,00. A primeira quota, ou a única, deve ser paga até 30 de abril e as demais, até o último dia útil de cada mês.
A multa por atraso na entrega da DIRPF é de 1% ao mês. O valor mínimo da multa é fixado em R$ 165,74 e o máximo, limitado a 20% do imposto devido.

Fonte: Contas em Revista

Posts recentes

Diferença entre Interrupção e Suspensão do contrato de trabalho
26 de Março de 2019
Diferença entre Interrupção e Suspensão do contrato de trabalho
Leia mais...
Devedores do FGTS ficam sem empréstimos com Recursos Públicos
18 de Janeiro de 2019
Devedores do FGTS ficam sem empréstimos com Recursos Públicos
Leia mais...
Empresas já podem agendar opção pelo Simples Nacional
03 de Dezembro de 2018
Empresas já podem agendar opção pelo Simples Nacional
Leia mais...
É Hora de Pensar no Regime Tributário de Sua Empresa
29 de Novembro de 2018
É Hora de Pensar no Regime Tributário de Sua Empresa
Leia mais...
Prazo para pagar a Primeira Parcela do 13º termina dia 30
19 de Novembro de 2018
Prazo para pagar a Primeira Parcela do 13º termina dia 30
Leia mais...
Ministério do Trabalho normatiza temas da reforma trabalhista
11 de Junho de 2018
Ministério do Trabalho normatiza temas da reforma trabalhista
Leia mais...
Comitê gestor consolida regras do simples nacional
11 de Junho de 2018
Comitê gestor consolida regras do simples nacional
Leia mais...
PGFN adia aplicação do bloqueio de bens sem ordem judicial
19 de Fevereiro de 2018
PGFN adia aplicação do bloqueio de bens sem ordem judicial
Leia mais...
Migração para NF-e 4.0 tem de ser feita até julho
19 de Fevereiro de 2018
Migração para NF-e 4.0 tem de ser feita até julho
Leia mais...
STF nega modulação da constitucionalidade do FUNRURAL
19 de Fevereiro de 2018
STF nega modulação da constitucionalidade do FUNRURAL
Leia mais...